Como ocorrem as reações químicas

Você já deve saber que muitas moléculas naturais podem ser produzidas artificialmente em escala industrial. Vários compostos orgânicos são produzidos através de uma série de mecanismos de reação de química orgânica, e algumas dessas rotas reacionais já renderam prêmios nobel, mas a pergunta é: como esses mecanismos são realizados para formarem as moléculas desejadas?

Um grande exemplo de molécula que rendeu um prêmio nobel é a penicilina (aquele remédio antibiótico). O poder bactericida da penicilina foi observado pela primeira vez em 1928 por um médico pesquisador chamado Alexander Fleming, que observou que uma substância gerada pelo fungo Penicillum notatum era capaz de matar certas batérias. Não se sabia como sintetizar a molécula para produzir o remédio a nível industrial, até começarem a avançar as pesquisas acerca dessa substância devido à necessidade na segunda guerra mundial. O Dr. Norman Heatley foi capaz de criar uma rota reacional com várias etapas para formar e penicilina sintética e, por causa disso, ganhou o nobel da medicina (17 anos após a descoberta da molécula). Agora você já pôde perceber como não é tão fácil obter certas substâncias.Que-es-y-para-que-sirve-la-quimica-organica-2

No ensino médio, aprendemos sobre várias reações diferentes, mas não é de costume aprender sobre as reações em química orgânica (a maioria das escolas focam mais nas nomenclaturas das moléculas). Mas é uma coisa simples de entender: cada molécula possui vários átomos com vários elétrons. O núcleo dos átomos possuem uma certa positividade; são chamados de eletropositivos, enquanto os elétrons são eletronegativos. Uma molécula pode ter uma região mais rica em elétrons (parte mais negativa) ou pobre em elétrons (parte mais positiva) e uma parte mais positiva sempre se atrai por uma parte mais negativa. Quando essa atração é mais forte que a estabilidade, há uma reação. Basicamente, as reações químicas se baseiam em atração de + e -, o que muda a configuração molecular numa transformação química. Parece simples pensando dessa forma, mas uma molécula pode ter várias regiões positivas e/ou várias negativas, o que dificulta um pouco o trabalho dos químicos.

Hoje em dia a química avançou bastante e a sociedade é muito dependente desse ramo científico, tendo diversas aplicações importantes, como na medicina ou em indústrias.

  • MARKEL, Howard. The Real Story behind Penicillins. PBS NEWSHOUR. 2013
  • Imagem de: canaldoensino.com.br
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s