Os vírus são mais importantes do que você imagina – virus are more important than you think

Não é novidade que a causa mais abundante de morte no planeta é causada por vírus. De

Vírus infectando uma célula.

uma forma superficial, é intuitivo pensar que os vírus são os vilões da história biológica do planeta. Porém, ao compreender as interações ecológicas e evolutivas entre vírus e seus hospedeiros, vemos que sua função é de suma importância na regulação de seres vivos do nosso querido Planeta Terra.

Primeiramente, vamos falar sobre um efeito bem conhecido entre os microbiologistas, chamado de “Red Queen” (Van Valen, 1973), em que o vírus e seu hospedeiro mostram adaptação evolutiva contínua, mantendo os dois adaptáveis um ao outro. Isso quer dizer que, quando o hospedeiro cria uma imunidade contra o vírus, logicamente o vírus precisa criar outra forma de conquistar seu hospedeiro. Logo, isso faz com que os dois, a todo instante, sofra processos evolutivos, mantendo ampla constância na aptidão relativa.

Bom, aí você pensa: se não existisse vírus, os hospedeiros não precisariam de adaptações, certo? Errado. Há outro fenômeno chamado “kill the winner” que consiste em regular as populações de predadores e presas. Isso ocorre porque, ao ter um índice muito grande de predadores (por ter um ambiente mais adaptável), eles ficam mais suscetíveis a serem infectados. Isso acarreta na morte de muitos predadores e, assim, a biota é regulada novamente.  O nome “kill the winner” (mate o vencedor) se dá justamente por isso: o ser que estiver mais adaptado ao ambiente começa a se proliferar mais, fica mais “visível” ao vírus e, assim, o vírus mata, diminuindo sua população.

Resumindo: os vírus são exímios controladores populações; impedem que uma devida espécie superpopule alguma biota e que acabe por completo com suas presas. Assim, predadores sempre terão sua comida, uma vez que uma superpopulação acabaria por completo com suas presas.

Referências:

Fuhrman, J.A. (1999) Marine viruses and their biogeochemical and ecological effects

Suttle, C.A. (2005) Viruses in the sea

Van Valen, L. (1973) A new evolutionary law

Anúncios

8 comentários sobre “Os vírus são mais importantes do que você imagina – virus are more important than you think

  1. Sem falar na aplicação comercial via controle biológico! Excelente e eficaz alternativa para o controle de insetos, sem prejuízos ambientais!

    Curtido por 1 pessoa

    • Exatamente! A utilização dos defensivos químicos tem prejudicado muito o meio ambiente. Essa seria uma boa opção, porém também não deixaria de impactar. Mas que valha o menos pior!

      Obrigado pela ressalva 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei!
    Indiquei seu blog para meus alunos visitarem! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  3. Splendido articolo e informativo del significato evolutivo dei virus. Stavo solo di recente interessato a virus neurotropi e gli effetti in evoluzione. Terrò questo articolo in mente!

    Mi scuso per eventuali errori grammaticali – italiano non è la mia lingua principale!

    Curtido por 1 pessoa

  4. artigo maravilhoso e informativo do significado evolutivo do vírus. Eu estava interessado apenas recentemente em vírus neurotrópico e os efeitos de mudança. Vou manter este artigo na mente!

    Peço desculpas por quaisquer erros gramaticais – português não é a minha língua principal!

    Curtido por 1 pessoa

    • Fico feliz que tenha gostado do artigo. Não conheço muito sobre vírus neurotrópico, caso tenha algum artigo relacionado que possa recomendar eu agradeceria!

      Não houve erro gramatical. Escreveu perfeitamente!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s